quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Avatar

Polícia investiga assassinato de professor na Grande Natal

Professor Airton Gomes Teixeira foi morto em 
estrada de terra (Foto: Arquivo pessoal)

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte investiga a causa do assassinato do professor Airton Gomes Teixeira, de 39 anos, morto a tiros na noite desta terça-feira (25) em uma estrada de terra no distrito de Mangabeira, município de Macaíba, na Grande Natal. A vítima dava aulas de religião e filosofia na Escola Municipal Mário Lira, no bairro Dix-Sept Rosado, na Zona Oeste de Natal, e integrava um grupo religioso no bairro do Alecrim, na Zona Leste da capital potiguar. 

Segundo o G1, o delegado Frak Albuquerque, coordenador da Delegacia Especializada de Homicídios, detalha que o professor foi executado com 12 tiros, oito deles disparados na região das nádegas. "Esse fato levanta a suspeita do crime ter contexto sexual. Também suspeitamos de latrocínio, já que a vítima teve os pertences roubados, e de vingança. Como professor, ele se relacionava com muitos alunos, ajudava alguns a sair das drogas. Era uma pessoa boa pelo que ouvimos", diz o delegado. Além dos tiros nas nádegas, a vítima foi atingida três vezes no abdômen e uma no peito. 

"Os moradores da região encontraram um terço nas mãos dele. O punho da mão direita estava quebrado pois ele deve ter reagido. Foram ouvidos os tiros e um carro dando partida", acrescenta Frank Albuquerque. De acordo com o delegado, os familiares da vítima serão ouvidos na Delegacia de Polícia Civil de Macaíba, que deve receber o inquérito da Dehom nesta quinta-feira (27).

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FAÇAM SEUS COMENTÁRIOS E AGUARDEM PUBLICAÇÃO: