segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Avatar

Estudante de Direito de Caicó pode ter seu sonho barrado por falta de assistência do SESAP

A família da caicoense Gisele, estudante de direito, está aflita e grita pela vida da jovem que está a espera de uma cirurgia e que não sai por falta de autorização da SESAP.

Confira o que diz a família de Gisele nas redes sociais

"Gisele, uma jovem estudante de direito da cidade de Caicó-RN, capital do Seridó, hoje vê seus sonhos um poco longe de serem realizados, devido sérios problemas de saúde. Problema esse que já poderia ter sido resolvido se o SESAP (Secretaria de Saúde do RN) estivesse autorizado a cirurgia. Assim poderíamos ver Gisele voltar a sonhar, mas infelizmente nos encontramos a mercê de vários obstáculos na legislação pública estadual que não se resolve nada, pois a jovem se encontra nos corredores dos hospitais apenas tomando analgésicos, onde na realidade ela precisa dessa liberação para cirurgia. Vamos lutar pelos direitos de cidadania, saúde para todos, pois todos pagamos impostos altíssimos. Peço encarecidamente para os governantes responsáveis por essa liberação para que a Gisele tenha a autorização. Uma vida está em jogo, não deixem os sonhos desta jovem morrer!"

A jovem caicoense está sendo assistida no Hospital Walfredo Gurgel, em Natal, e a cirurgia deve ser no Hospital Onofre Lopes, também na capital.

Comente com o Facebook:

7 comentários:

  1. Os familiares entre com uma ação junto ao MP na defensoria publica. Assim a Sesap será obrigada pela justiça liberar a cirurgia. Infelizmente tem que ser por esse caminho só através da justiça.

    ResponderExcluir
  2. lizzandra2014@gmail.com15 de dezembro de 2014 15:14

    Prima deus vai te salvar...amem

    ResponderExcluir
  3. Mas ontem em natal após a mesma ser avaliada pela neorocirugia do hospital clovis sarin a mesma foi liberada e após ficou jogada nos corredores do POLITRAUMA ,pois a ambulância do samu que levou a jovem pra caico retornou após a jovem já está de alta e ñ tiveram a consideração com a referida jovem,aí eu lhe pergunto onde está a humanização desses profissionais e desta instituição .

    ResponderExcluir
  4. A familia de gisele pode pedir pra um advogado entrar com uma limina na justica a autorizacao e imediata,ja precisei e funciona mesmo
    Iratan

    ResponderExcluir
  5. Meu Deus, essa menina é minha amiga, As vezes nos barramos nos corredores da universidade,UFRN, é lamentável as gestões públicas e as secretárias, infelizmente nossos impostos são para privilegiar os bens nascidos e não para retorno de direito da sociedade, infelizmente nosso Brasil não funciona, As autoridades esqueceram a muito tempo que eles apenas nos representam e que eles não estão cima da cidadania, Acredito que está na hora de mostrarmos que as autoridades públicas são nossos servidores, servidores da carta constitucional e deve cumpri-la,. Gisele é uma menina esforçada, é uma moça que sempre batalhou para conquistar seus objetivos e hoje está nesta situação simpizmente pelo descaso. Me falta palavras para expressar toda minha indignação, na verdade acho que isso não irá levar a nada, acho que só iremos, as pessoas humildes, serem notados, quando começarmos a exigir a força, porém de maneira pacífica as punições necessárias e obrigatórias para os assassinos que usam asas de anjos, para os vândalos que se fazem de cegos para não cumprir com as obrigações, que se fazem de surdos para não terem de sair de suas zonas de conforto e enfrentarem a realidade. São assassinos não por que agiram diretamente em alguma morte humana, mas por que não deu o que os cidadãos necessitam e que é seu de direito, enfim, Gisele vamos orar a Deus por você e por esses acumuladores de poderes e fortuna para que Deus o perdoem e que eles mesmo sendo tão pecadores possam entrar no reino dos céus. Que os servidores públicos, nossos servidores públicos tomem imediatamente providências por que é de obrigação deles.

    ResponderExcluir
  6. Giselle é uma otima irmã e tenho fé na cura dela.

    ResponderExcluir

FAÇAM SEUS COMENTÁRIOS E AGUARDEM PUBLICAÇÃO: